poema sem rima

Resultado de imagem para scream painting edvard munch

 

 

 

 

 

 

 

 

florestas desmatadas

aquecimento global

discursos de ódio

preconceito

depressão

guerras

fome

miséria

desemprego

violência

terrorismo

corrupção

pessoas morrem

pessoas são mortas

 

é, nem tudo na vida rima.

Talvez um projeto…

Resultado de imagem para representatividade feminina

Alguns dias atrás, por simples curiosidade, decidi pesquisar por pintores famosos. Van Gogh, Monet, Picasso, Michelangelo – esses e muitos outros nomes foram sugeridos pelo site de busca. E o que a grande maioria tinha em comum? Eram homens. Dentre as 51 pessoas apresentadas, 49 eram homens. Simples assim.

Depois, acrescentei somente uma palavra aos termos de busca: “mulheres”. Em seguida, contei uma a uma as artistas sugeridas. Resultado? Apenas 21, muitas das quais, infelizmente, eu mal ouvira falar.

A explicação para tudo isso era fácil: os homens, durante a maior parte da história, tiveram mais espaço nas artes, política, ciência. E, ao que parece, esse aspecto ainda reflete nos dias atuais – mesmo que seja numa simples pesquisa na internet. Afinal, como disse Virginia Woolf: “Ao longo da maior parte da História, Anônimo foi uma mulher.”

Daí veio-me a ideia de pesquisar sobre personalidades femininas – de todos os tempos, de todas as áreas – e escrever textos sobre elas, respondendo a perguntas como quem foram, o que fizeram e como contribuíram para a história. Será uma espécie de projeto, se é que posso chamá-lo dessa forma.

Somente sei, e acho que Virginia Woolf concordaria comigo, que já é tempo dessas mulheres anônimas receberem os devidos créditos.

Simplesmente escreva

Num mundo tão tumultuado como este em que vivemos, sinto que todos deveríamos tirar um tempo para sentar, respirar e simplesmente escrever – sobre nossos pensamentos, emoções, visões de mundo, ou qualquer assunto que seja.

Cada pessoa tem, a seu modo, uma batalha diária, juntamente a tudo que isso abarca: os estresses, a ansiedade, os momentos descontraídos, a alegria de viver.

E é cansativo viver num mundo assim. Muito cansativo.

Todavia, há sempre uma possibilidade. Talvez, e somente talvez, transformando tudo isso em palavras, possamos continuar dia após dia, sempre tomando fôlego para a luta do dia seguinte.

Daqui por diante, aqui será minha fuga da agitação do mundo, e esta será minha máxima: “simplesmente escreva.”